«Mais do que de pão para a boca, necessita o coração da palavra de Deus».

«Mais do que de pão para a boca, necessita o coração da palavra de Deus».

Muitas vezes dou por mim a pensar nesta realidade. Tão atarefados andamos com tanta coisa que nem nos damos conta que andamos a perder a melhor parte. Trabalhamos que nem uns doidos para colocar um projeto de pé, seja profissional, seja um jantar de amigos ou em família. Mas gozamos esse momento para o qual demos tanto de nós? Às vezes dou por mim e só me lembro do princípio e do fim. E onde ficaram os entretantos? O gozo de viver, de partilhar, de sentir o outro, de conhecer aquela situação, de saborear o momento presente… não é que não me lembre completamente, mas são apenas flashes rápidos… Mas porque não viver com a mesma intensidade aquele momento como o amor que coloquei ao prepará-lo? Pois é! É preciso parar, olhar, escutar, sentir, cheirar, tocar… respirar!

E és Tu quem me faz falta. Pois sem este momento conTigo, como vou eu conseguir estar comigo? As conversas também se cultivam e o nosso Amor merece (toda) a atenção. Porque não ser como Maria que escolheu logo a melhor parte sem hesitar?

1)     Deixo que Jesus entre no meu coração no meu dia-a-dia? Reservo um momento para uma conversa tranquila a sós?

2)     A inquietude das tarefas diárias fazem-me dispersar do prioritário e do mais importante? O que posso e quero fazer para não perder a melhor parte?

Obrigada Pai, por me ensinares o caminho. Por estares presente sempre, mesmo quando eu não tenho tempo para Ti. Agradeço-Te o dom de ouvir, de saber escutar, de saber parar e sobretudo, saber amar.
Obrigada
Maria, pelo teu exemplo de Mãe. Por me ajudares a ser mais família. Por seres minha guia, minha luz, meu chão, e me tornares mais completa. E mais amada.

Os comentários estão encerrados.