O que move Jesus é o fazer o Bem.

“Novamente entrou na sinagoga. E estava lá um homem que tinha uma das mãos paralisada. Ora eles observavam-no, para ver se iria curá-lo ao sábado, a fim de o poderem acusar. Jesus disse ao homem da mão paralisada: «Levanta-te e vem para o meio.» E a eles perguntou: «É permitido ao sábado fazer bem ou fazer mal, salvar uma vida ou matá-la?» Eles ficaram calados. Então, olhando-os com indignação e magoado com a dureza dos seus corações, disse ao homem: «Estende a mão.» Estendeu-a, e a mão ficou curada. Assim que saíram, os fariseus reuniram-se com os partidários de Herodes para deliberar como haviam de matar Jesus.” 

Mc 3, 1-6

 
 
Jesus não se intimida com o que os outros possam pensar/dizer Dele ou fazer contra Ele. As suas certezas são grandes e assentes na sua relação com o Pai. O que O deve mover é fazer o bem, salvar vidas. E a mim, o que me move nas decisões que tomo, na forma como actuo perante os outros, naquilo que faço ou não pelos outros? Será que tenho verdadeiramente consciência dos desafios que Deus me coloca? Que tempo dou para crescer na relação com Deus para que as minhas opções sejam tão firmes como as de Jesus?

Os comentários estão encerrados.