Comentários estão desligados para este conteúdo

Estou a tua porta a bater

RÉ                       SI-
Eu estou à tua porta a bater (truz, truz quem é?)
MI-                           LÁ7
Se me abrires entrarei para ficar
Eu preciso de ti para valer,
Eu preciso de ti para enviar.

RÉ                           SI-
Tu serás feliz se Me procurares
                SOL              LÁ7
Se me abrires a porta do teu coração
LÁ                            SI-
Se não esqueceres o meu mandamento.
             SOL          LÁ7
O amor total feito de perdão.

Tu serás feliz se sentires que és 
Chamado a servir um imenso Povo,
Que sofre e que luta para ver o dia 
Em que a terra tenha um rosto novo

Tu serás feliz se te abandonares 
decidires mesmo em Mim confiar
Tenho- te gravado na palma da mão
Eu sou o teu abrigo, sou o teu “lar”.

Tu serás feliz se souberes guardar
A minha Palavra como a criança
Que junto do Pai sabe confiar
E pela sua mão, sem medo avançar.
Eu estou à tua porta a bater (truz, truz quem é?)
Se me abrires entrarei para ficar
Eu preciso de ti para valer,
Eu preciso de ti para enviar.

Tu serás feliz se Me procurares
Se me abrires a porta do teu coração
Se não esqueceres o meu mandamento.
O amor total feito de perdão.

Tu serás feliz se sentires que és 
Chamado a servir um imenso Povo,
Que sofre e que luta para ver o dia 
Em que a terra tenha um rosto novo

Tu serás feliz se te abandonares 
decidires mesmo em Mim confiar
Tenho- te gravado na palma da mão
Eu sou o teu abrigo, sou o teu “lar”.

Tu serás feliz se souberes guardar
A minha Palavra como a criança
Que junto do Pai sabe confiar
E pela sua mão, sem medo avançar.
Autoria: Ir. Maria Amélia Costa

Os comentários estão encerrados.